AVO COM CHEIRO DE PAO CASEIRO
Zit Editora
Product ID: 3556
Product SKU: 3556
New In stock />
AVO COM CHEIRO DE PAO CASEIRO

AVO COM CHEIRO DE PAO CASEIRO

Marca: Zit Editora Referência: 9788579330162

Carregando...
Simulador de Frete
- Calcular frete

Já imaginou um neto descobrindo que sua avó tem namorado? Então, prepare-se para descobrir como o menino dessa história nos conta sobre sua relação com a avó e como ele descobriu que ela estava namorando o dono da padaria. Avó com cheiro de pão caseiro é uma delicada história sobre as relações entre avós e netos, com direito a recordações e receita de um delicioso pão caseiro, o delicioso pão de vó Belinha. Zé Zuca, Marilia Pirillo

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.

Características



    ESCRITOR:

    Zé Zuca (in memoriam):

     

    Quando era bem pequeno costumava ir à padaria da esquina. Eu também gostava de comer sonhos e doces de batata doce, como o Lúcio. Tive uma avó muito bacana também, aliás, duas. Depois eu cresci, cantei, fiz músicas, teatro, programas de rádio e comecei a escrever histórias. A deste livro invadiu de repente o meu coração e foi se criando. Eu a escrevi do princípio ao fim no mesmo dia e depois fui consertando uma coisa aqui, outra ali... me emocionei um bocado. Algumas pessoas gostaram. Uma delas foi a querida Anna Claudia Ramos, com quem aprendi muito. Outra, foi a minha amiga Marilia Pirillo. Ela gostou tanto que disse: "eu quero ilustrar esse livro". E ilustrou. O grande Ziraldo leu, curtiu, e escreveu o que achou na quarta capa. Com todo esse incentivo, eu, que também sou da música, do teatro e do rádio, peguei o vício de escrever histórias. E essa é a primeira com sabor. Espero que você goste. 

     

     

    ILUSTRADORA:

    Marilia Pirillo

     

    Eu sou gaúcha de Porto Alegre, ilustradora e escritora de livros para crianças e jovens. Sou amiga do Zé Zuca e fã de pães, bolos, biscoitos e café. Aliás, acho que engordei um pouquinho comendo os "modelos" deste livro, que começou assim: o Zé leu o texto pra mim, numa oficina de criação literária que fazíamos juntos, e eu falei "quando publicar, eu é que vou ilustrar". De lá pra cá, passaram alguns anos, mas aconteceu como tinha que acontecer. E ilustrar essa história foi uma delícia! Ainda mais que eu também adoro avós! A minha, com certeza, é a melhor do mundo! E ela tem um cheirinho tão gostoso de... vó!!!

    Confira também